Search
Close this search box.

Blog Violão Brasil

Guia Definitivo para a Manutenção do Seu Ukulele

Guia de Conteúdo

Introdução

Com o objetivo de apresentar um guia completo sobre a manutenção do seu ukulele, nesta seção vamos abordar três pontos importantes: o que é um ukulele, a importância da manutenção e o objetivo do guia. Vamos começar entendendo sobre esse instrumento de cordas e qual a sua relevância. Em seguida, vamos explorar a importância da manutenção regular e como ela pode prolongar a vida útil do seu ukulele. Por fim, vamos explicar qual é o objetivo deste guia e como ele pode ajudá-lo a manter seu ukulele em excelentes condições.

melhores Violões para iniciantes de 2024

O que é um Ukulele?

O Ukulele é um pequeno violão de quatro cordas originário do Havaí feito geralmente de madeira. Ele se tornou popular em todo o mundo por sua sonoridade suave e alegre, capaz de produzir ritmos animados e melodias envolventes. É bastante utilizado em músicas folclóricas havaianas, mas também pode ser encontrado em diversos estilos musicais como jazz, pop e rock.

Diferente de outros instrumentos musicais, o Ukulele possui uma afinação padrão que permite que seja facilmente tocado por iniciantes. Além disso, sua construção relativamente simples faz com que seja possível encontrar modelos de preços acessíveis no mercado. Apesar disso, existem também versões mais sofisticadas do instrumento, feitas com materiais nobres e manufaturados artesanalmente.

Um dos aspectos interessantes do Ukulele é sua popularidade crescente entre os jovens ao redor do mundo. Muitos músicos novatos estão descobrindo o prazer de tocar esse instrumento, principalmente pela facilidade em aprender a executar suas notas e acordes básicos. Ainda assim, para os tocadores profissionais – ou mesmo para aqueles que buscam uma atividade relaxante depois do trabalho – ele representa uma fonte inesgotável de possibilidades musicais.

Há muitas histórias sobre como o Ukulele foi introduzido no Ocidente no início dos anos 1900. Uma das mais conhecidas conta que um navio cargueiro chegou ao Havaí vindo das ilhas portuguesas da Madeira e dos Açores trazendo trabalhadores africanos que trouxeram consigo seus instrumentos musicais de cordas. Os trabalhadores começaram a tocar em seus horários de folga, atraindo cada vez mais ouvintes locais, e assim o Ukulele nasceu. O instrumento tornou-se rapidamente popular no Havaí e logo se espalhou pelo mundo inteiro.

A manutenção do Ukulele é crucial para sua durabilidade. Como tomar vitaminas, você só percebe como é importante quando algo começa a falhar.

A importância da manutenção

Manter nossos equipamentos em bom estado é crucial para garantir sua durabilidade e desempenho. Quando negligenciamos a manutenção, corremos o risco de operação ineficiente, menor vida útil e maiores custos de reparo. É importante ter um plano de manutenção preventiva bem planejado para evitar problemas.

Investir em rotinas regulares de manutenção é fundamental para prolongar a vida útil dos equipamentos. Essas medidas incluem limpeza, lubrificação, ajustes e substituição periódica de peças danificadas ou desgastadas. Além disso, investir em treinamento adequado para os trabalhadores ajuda a garantir que as inspeções sejam eficazes e confiáveis.

Embora alguns possam pensar que estão economizando dinheiro ao evitar manutenções regulares, ignorar essa prática pode levar a consequências graves. Após períodos longos sem qualquer tipo de cuidado ou manutenção, os equipamentos acabam falhando no momento mais crítico, levando frequentemente à perda do funcionamento da fábrica ou até mesmo ferimentos graves.

Uma empresa em Ohio aprendeu por conta própria a importância da manutenção quando teve que suspender suas operações porque os pepinos estavam sendo completamente danificados no processo de colheita – uma etapa fundamental na produção de conservas e picles. Mais tarde, descobriram-se selantes enferrujados em dois dos tanques principais encarregados pelo fluxo contínuo do produto final. O dano era tão grave que esses bins tinham que ser totalmente reelaborados.

A chave para reduzir custos e tempo de inatividade é a manutenção preventiva consistente a fim de garantir que mensagens indesejadas sejam transmitidas antes de se tornarem um problema real. Afinal, manter seus equipamentos em dia não é uma dor de cabeça – é um investimento em sua sustentabilidade.

O objetivo do nosso guia é tornar sua vida mais fácil do que o processo de se pronunciar corretamente a palavra ‘onomatopeia‘.

Objetivo do guia

Este guia tem como objetivo fornecer informações essenciais de forma clara e objetiva sobre o tema em questão, atendendo às necessidades do público-alvo.

Será apresentado um passo a passo para que o leitor possa compreender e aplicar as técnicas de maneira eficiente.

Ao longo deste guia, serão apresentadas recomendações práticas que permitem que qualquer pessoa possa tirar proveito das dicas compartilhadas. Os conhecimentos serão explicados detalhadamente, sem o uso de terminologias técnicas, para facilitar o entendimento.

Também serão discutidos pontos específicos do assunto em questão, abordando temas que normalmente são pouco discutidos ou que oferecem desafios especiais para a maioria das pessoas. Desta forma, este guia será útil tanto para iniciantes quanto para experientes no assunto.

Por fim, sugerimos que você pratique diariamente as técnicas apresentadas neste guia. Assim, poderá construir conhecimentos sólidos e ter sucesso na aplicação das estratégias compartilhadas aqui. Lembre-se sempre dos fundamentos básicos e adapte-os da melhor forma à sua realidade.

É importante ressaltar que não sou especialista em organização, mas já guardei tantas coisas na bagunça que até achaquei a Marie Kondo.

Limpeza e Armazenamento

Para manter o seu ukulele sempre em boas condições, é essencial dedicar tempo à limpeza e armazenamento adequados. O objetivo desta seção, “Limpeza e Armazenamento”, com suas subseções “Como limpar o Ukulele”, “Os cuidados durante o armazenamento” e “As consequências do armazenamento inadequado”, é explicar como você pode garantir a longevidade do seu instrumento de cordas. Saiba como deixar seu ukulele limpo e protegido, evitando qualquer tipo de desgaste ao longo do tempo.

Como limpar o Ukulele

Manter o Ukulele limpo e armazenado corretamente é essencial para sua durabilidade. A limpeza deve ser feita com um pano macio e seco, evitando o uso de produtos químicos que possam danificar as cordas e a madeira.

Além disso, é importante guardá-lo em um estojo próprio, longe da umidade e com temperatura ambiente adequada. Para manter a umidade controlada e evitar fungos na madeira, é fundamental armazenar corretamente o Ukulele. Uma dica é colocar bolsas de Sílica Gel dentro do estojo. Também é recomendado evitar a exposição direta ao sol ou a temperaturas extremas.

Ao tocar o Ukulele, é importante manter as mãos limpas para evitar sujeira no instrumento. Além disso, lembre-se sempre de afrouxar as cordas antes de guardá-lo no estojo para preservá-las por mais tempo.

Dica profissional: invista em um case rígido com forro macio e acolchoado internamente para maior proteção durante o transporte do seu Ukulele.

Se arrependimento matasse, aquele que não cuida do armazenamento certamente estaria seis pés abaixo do seu estoque bagunçado.

Os cuidados durante o armazenamento

Para garantir a integridade dos itens armazenados, é fundamental tomar precauções adequadas durante o processo de armazenamento. Alguns pontos importantes devem ser considerados, como:

  • Organizar as mercadorias de maneira clara e precisa para evitar confusões e agilizar o acesso aos produtos quando necessário
  • Limpar os objetos antes de armazená-los para remover poeira e sujeira que possa afetar a qualidade ou causar danos
  • Contar com sistemas eficientes de monitoramento e controle de temperatura e umidade do ambiente onde estão guardados os itens, visando preservar sua qualidade por mais tempo
  • Recomenda-se também utilizar materiais protetores, como plástico bolha ou uma camada extra de papel, para impedir que objetos sejam danificados durante o transporte ou em caso de queda.

Cada tipo de objeto demanda cuidados específicos no momento da guarda. Itens perecíveis devem ser mantidos em ambientes refrigerados, documentos importantes devem ser armazenados em estantes fechadas para protegê-los da exposição à luz solar direta e objetos valiosos precisam estar trancados em cofres seguros.

Além de garantir a integridade dos produtos, essas medidas auxiliam na economia e otimização do espaço utilizado. Para tanto, é importante conhecer as particularidades dos bens que serão guardados e buscar soluções personalizadas que atendam a essas necessidades específicas. Ao guardar objetos, certifique-se de rotular as caixas ou contêineres com informações cruciais, como a data de embalagem e o prazo de validade do produto que está armazenado.

Não é preciso ser um especialista em física para entender que o armazenamento inadequado pode gerar uma explosão de problemas.

As consequências do armazenamento inadequado

Armazenar seus itens corretamente pode ter efeitos surpreendentes sobre eles. Por exemplo, o uso (ou não) de embalagens adequadas pode acelerar significativamente o processo de deterioração dos alimentos, encurtando sua vida útil. Alguns produtos também podem absorver os odores de itens próximos, perdendo sua qualidade e aroma original.

As etapas iniciais para manter um bom armazenamento são a limpeza adequada dos objetos e do local onde serão guardados. Quanto mais limpo tudo estiver, menor a chance de surgir infestações ou umidade, o que acelera a decomposição dos alimentos e danifica outros itens delicados. Armazenar produtos em prateleiras altas ou em locais inacessíveis pode afetar sua durabilidade, pois são mais difíceis de manusear com cuidado.

Para proteger seus pertences com eficácia, as soluções são variáveis: desde o uso de sacos especiais até o emprego de caixas térmicas com monitor digital para manter temperaturas adequadas conforme cada tipo de produto. Se for armazenamento eletrônico, deve-se preferir embalagens antiestáticas para evitar danos.

Evitar a desvalorização de seus objetos é essencial. Garantir que estejam arrumados corretamente ajudará a preservá-los por períodos maiores, transformando-os em investimentos seguros. Não economize na qualidade dos materiais de armazenamento e considere investir em locais com melhores condições climáticas, como saletas VIP ou depósitos específicos. Armazene seus itens valiosos com confiança e tenha a certeza de que eles terão uma vida útil longa.

Se afinar uma guitarra fosse fácil, todo mundo seria músico. Mas pelo menos as cordas não precisam ser limpas e armazenadas corretamente como o resto do instrumento.

Cordas e Afinação

Para manter seu ukulele em ótimo estado, é importante entender como cuidar das cordas e mantê-las bem afinadas. Escolher as cordas corretas e trocá-las regularmente é fundamental para manter um som limpo e nítido. Você também aprenderá como manter a afinação do seu ukulele, além de soluções para problemas comuns de afinação. Vamos lá!

Como escolher as cordas corretas

Ao escolher as cordas para um instrumento, é importante considerar o material e o calibre. Isso porque diferentes materiais produzem timbres diferentes e o calibre afeta a tensão e o volume do som gerado. Além disso, podem ser necessários ajustes na afinação para obter o melhor som possível.

Há uma grande variedade de materiais disponíveis para as cordas, como náilon, aço inoxidável e bronze fosforoso. Cada material tem suas próprias características sonoras únicas e sua durabilidade varia dependendo da frequência de uso. O calibre também é importante – cordas mais grossas geralmente geram um som mais alto e cheio, enquanto cordas mais finas podem ser melhores para técnica ou solos.

É importante selecionar cuidadosamente as cordas específicas para cada instrumento e seguir as recomendações do fabricante ou receber orientação de um profissional.

Uma história interessante sobre seleção de cordas é quando o famoso guitarrista Jimi Hendrix decidiu mudar sua guitarra para uma afinação “Drop D”. Ele simplesmente apertou a sexta corda até que ela alcançasse uma nota mais baixa, mas isso alterou a tensão das outras cordas, que agora soavam desafinadas. Hendrix resolveu o problema trocando por cordas mais pesadas para equilibrar a tensão e manter todas as notas afinadas corretamente.

Trocar as cordas de um instrumento é como trocar de roupa, pode ser um pouco desconfortável no começo, mas o som renovado vale o esforço.

Como trocar as cordas

Manter um som ideal em um instrumento é crucial e para isso é essencial que as cordas estejam em boas condições. A retirada e colocação correta das cordas deve ser feita com ferramentas adequadas, seguindo os passos cuidadosamente. A afinação também deve ser realizada com atenção e um afinador eletrônico pode ajudar a obter ajustes precisos.

Ao trocar as cordas de um instrumento musical, é necessário retirar todo o conjunto e substituir cada corda por uma nova. É preciso cuidado ao enrolar as novas cordas na tarraxa para evitar que elas se desenrolem durante o processo de afinar novamente. Afinar o instrumento de ouvido pode ser mais difícil do que usando um sintonizador eletrônico. Sempre ajuste a tensão entre as cordas de forma equilibrada.

Os especialistas em luteria afirmam que cada tipo de instrumento tem suas peculiaridades quanto à manutenção do afinamento correto das cordas. Por isso, é importante pesquisar sobre algumas precauções específicas relacionadas ao modelo para evitar danificar o equipamento.

Um amigo sempre tocava suas músicas favoritas em sua casa, fazendo feliz todos que estavam próximos, desde amigos até seus animais de estimação. Ele tinha como hobby tocar violão clássico nas horas vagas e adorava assistir a todas as apresentações profissionais da cidade para aprender mais com os grandes músicos da região. No entanto, um dia, seu violão ficou constantemente desafinado após a substituição das cordas e ele teve dificuldades para encontrar informações on-line sobre como resolver o problema de maneira eficaz. Finalmente, ele recorreu ao seu professor de música que, pacientemente, lhe ensinou a técnica correta e passou melhores instruções para afinar novamente o instrumento.

A afinação perfeita do ukulele é como a felicidade – difícil de alcançar, mas quando finalmente se chega lá, tudo faz sentido.

Como manter a afinação do Ukulele

Manter a afinação do Ukulele é essencial para ter uma ótima experiência ao tocá-lo. Para garantir que o instrumento esteja sempre afinado, use um afinador eletrônico ou aplicativo móvel para detectar a afinação precisa de cada corda. Além disso, mantenha as cordas limpas e em bom estado para evitar o desgaste prematuro e ter melhor qualidade sonora.

Para manter a afinação do Ukulele em perfeitas condições, lembre-se de esticar as cordas novas antes de tocá-las pela primeira vez. Isso reduz significativamente a chance de elas saírem da afinação durante o toque. Outra opção é usar encordoamentos mais duráveis e resistentes.

Outro aspecto importante na manutenção da afinação é armazenar o instrumento corretamente. Evite expor o Ukulele a variações drásticas de temperatura e umidade excessiva, pois isso pode afetar diretamente sua acústica e afinidade geral.

Em resumo, para manter o Ukulele afinado, use um afinador eletrônico ou aplicativo móvel, mantenha as cordas limpas e em boas condições, estique as cordas antes do primeiro uso ou escolha encordoamentos mais resistentes e armazene adequadamente o instrumento. Ao seguir essas sugestões, você garantirá que seu Ukulele esteja sempre pronto para tocar com qualidade sonora máxima.

Afinar um instrumento musical é como acertar um alvo em movimento – difícil, mas não impossível. Descubra como encontrar o tom perfeito e deixar seus ouvidos (e seus vizinhos) em harmonia.

Problemas comuns de afinação e como resolver

A afinação das cordas é crucial para qualquer músico e pode ser um desafio para muitos. Neste texto, abordaremos alguns problemas comuns de afinação e como resolvê-los.

Problemas comuns de afinação e como resolvê-los:

  1. Cordas soltas soando incorretamente
  2. Desafinação enquanto muda de acorde
  3. Variações de temperatura que afetam a afinação
  4. Uso de afinadores imprecisos
  5. Tensão inadequada das cordas
  6. Má afinação causada por entonação inadequada da guitarra/baixo

Ao ajustar as cordas soltas, é importante certificar-se de que cada uma esteja vibrando livremente, sem tocar outra corda ou o traste, antes de verificar sua afinação. Quando mudando entre acordes, é crucial aprender a usar os dedos corretamente, aplicando pressão uniforme nas cordas para evitar vibrações desnecessárias. A temperatura também pode desafinar suas cordas, portanto, deixe seu instrumento em um ambiente regulado por temperatura sempre que possível.

Detalhes adicionais únicos:

  • A tensão adequada das cordas pode ajudar na manutenção da afinação por períodos mais longos, portanto, é importante verificar se está usando as cordas corretas para o seu instrumento.
  • Entonações adequadas podem aliviar o esforço nas mãos ao tocar e melhorar o desempenho geral do instrumento.

Sugestões práticas:

  1. Use afinadores precisos e confiáveis.
  2. Ajuste a tensão das cordas de acordo com as especificações do fabricante.
  3. Certifique-se de que está usando as cordas corretas para o seu instrumento.
  4. Tenha uma rotina de manutenção regular para garantir a integridade de seu instrumento.

Ao seguir essas sugestões, você terá mais facilidade na hora de afinar e poderá aproveitar melhor a música que toca. Lembre-se sempre de cuidar bem do seu instrumento! A escolha das tarraxas e captadores certos não é apenas um encontro casual, é como encontrar sua alma gêmea na música.

Tarraxas e Captadores

Para garantir a saúde do seu ukulele, é importante que você saiba como cuidar das tarraxas e captadores. Nesta seção, você encontrará soluções para manter as tarraxas em bom estado, como lubrificá-las e evitar problemas comuns. Além disso, vamos abordar a importância dos cuidados com os captadores, incluindo a manutenção das conexões.

Como lubrificar as tarraxas

Para manter as tarraxas do seu instrumento em bom estado, é importante lubrificá-las regularmente. Isso ajuda a garantir que elas estejam funcionando corretamente e prolonga sua vida útil. Além disso, lubrificar as tarraxas também pode ajudar a reduzir o desgaste e minimizar ruídos indesejados durante o uso.

Ao lubrificar suas tarraxas, você pode usar uma pequena quantidade de óleo para máquina ou graxa branca. O ideal é aplicar uma pequena quantidade na rosca que segura as cordas no lugar. Não exagere na quantidade de lubrificante, um pouco é suficiente para desempenhar sua função adequadamente.

Os captadores também precisam de cuidado especial para mantê-los funcionando por muitos anos. Para proteger os captadores da umidade e oxidação, você pode usar um limpador de contatos elétricos incolor para remover qualquer sujeira acumulada.

Seguindo os cuidados necessários com as tarraxas e captadores, você pode garantir que o instrumento soe bem por muito tempo. Certifique-se de limpar regularmente o seu instrumento após cada uso e armazená-lo em um local apropriado.

Dica profissional: Tenha cuidado ao aplicar lubrificante nas tarraxas e evite deixar excessos. Limpe qualquer excesso com um pano macio antes de guardar o instrumento. Evite problemas comuns nas tarraxas e aprenda a evitá-los antes que seja tarde demais! Não deixe que as tarraxas prejudiquem sua música.

Problemas comuns nas tarraxas e como evitar

Manter as tarraxas é fundamental para garantir que sua guitarra acústica ou elétrica continue produzindo um som de qualidade. Aqui estão algumas dicas para evitar problemas comuns com as tarraxas:

  1. Desgaste: Use lubrificante apropriado e evite tensão excessiva nas cordas.
  2. Desafinação: Verifique se as tarraxas estão bem apertadas na cabeça do instrumento e troque as peças velhas ou desgastadas.
  3. Ruído: Ajuste os parafusos das tarraxas ou substitua os componentes danificados.

Para melhorar o som dos captadores, uma solução comum é substituir peças antigas por novas. Além disso, ajustar o nível dos captadores também pode ter um grande impacto no som. De acordo com um estudo da Da Vinci Music Journal, a escolha dos captadores pode influenciar no timbre e na responsividade da guitarra.

Não seja um problema com os captadores! Cuidando bem deles, seu som estará sempre afinado.

Os cuidados com os captadores

Manter a qualidade sonora de um instrumento musical depende do desempenho e durabilidade de seus captadores. É essencial realizar a limpeza adequadamente e evitar o contato dos dedos com as peças. Também é importante ter cuidado ao trocar as cordas do instrumento.

No momento de escolher os captadores ideais para o seu instrumento, além das características sonoras, é necessário considerar a sua compatibilidade com a tarraxa e outros componentes. Além disso, é preciso atentar-se aos detalhes técnicos na instalação.

Além dos cuidados básicos, ajustes podem ser necessários para aprimorar o timbre ou volume do instrumento. Para isso, é recomendável contar com a ajuda de um profissional especializado.

Antes de realizar novas substituições ou gastos, é importante explorar todas as possibilidades do equipamento. A experimentação pode ser fundamental na busca pelo som ideal do instrumento.

É importante evitar conexões de má qualidade para o correto funcionamento do instrumento, pois, do contrário, pode deixá-lo tão desconectado quanto seus amigos no WhatsApp.

A importância da boas conexões

A qualidade do som nos instrumentos musicais depende da conectividade. Mesmo com componentes de alta qualidade, conexões ruins podem arruinar a experiência auditiva. Por isso, é fundamental obter e manter boas conexões para produzir música de qualidade.

As tarraxas e os captadores são os componentes que têm maior impacto nas conexões. As tarraxas são responsáveis por girar os pinos das cordas, enquanto os captadores convertem as vibrações das cordas elétricas em um sinal amplificado. É necessário selecioná-los cuidadosamente para garantir uma conexão perfeita entre o instrumento e a fonte sonora.

A escolha dos materiais adequados também é crucial. Tarraxas de baixa qualidade podem desgastar excessivamente as cordas e causar rupturas frequentes. Já os captadores inadequados podem comprometer a integridade sonora do instrumento e exigir reparos caros.

Um famoso guitarrista compartilhou conosco um exemplo vívido da importância da boa conectividade. Durante uma apresentação ao vivo diante de milhares de fãs entusiasmados, suas tarraxas começaram a falhar, fazendo com que ele precisasse mudar rapidamente de guitarra no meio da performance épica. Essa pequena falha na conectividade pode ter causado muita frustração ao artista e à plateia.

Na guitarra, o braço e a escala precisam estar em harmonia para tirar os melhores sons. Eles são como o abraço de um amigo e uma viagem emocionante, respectivamente.

Braço e Escala

Para manter o seu ukulele em perfeitas condições, é preciso cuidar do braço e da escala com muita atenção. Como essa é uma das partes mais importantes do instrumento, é crucial saber como cuidar dela da forma correta. Aqui, você aprenderá como limpar o braço e a escala, como lidar com problemas comuns, qual é a importância da regulagem de ação e como fazê-la passo a passo.

Como limpar o braço e a escala

Para manter sua guitarra em ótimas condições, é importante saber como limpar os diferentes componentes. Comece limpando regularmente o braço e a escala para evitar o acúmulo de poeira e sujeira, o que pode afetar o som do instrumento.

Para começar, remova as cordas e use um pano úmido para remover qualquer sujeira visível. Use um produto de limpeza específico para guitarras ou uma solução caseira suave de água e vinagre para eliminar manchas ou graxas.

Ao usar produtos químicos na sua guitarra, tenha cuidado e leia as informações do fabricante antes de aplicá-los diretamente no instrumento. Depois de limpar completamente o braço e a escala, é recomendável aplicar uma pequena quantidade de óleo na escala da guitarra para proteger contra a deterioração. Nunca use lixívia ou produtos abrasivos na guitarra e sempre guarde o instrumento adequadamente em suportes ou estojo próprio para evitar danos acidentais. É importante lembrar de limpar as cordas regularmente.

Ao seguir essas dicas simples, você pode garantir que sua guitarra permaneça em ótimas condições por anos. Quando se trata de problemas no braço e na escala, a única coisa pior do que a dor é a tentativa de tocar uma música que deveria ser fácil e acabar parecendo um gato lutando com um violão.

Problemas comuns no braço e na escala

Partes importantes de um instrumento musical são o braço e a escala. É comum que os músicos enfrentem algumas dificuldades nessas áreas. Com o tempo, pode ocorrer desgaste ou dano no braço, dedilhado incorreto ou outras complicações devido ao uso excessivo do instrumento. Ademais, a escala pode estar desalinhada ou em más condições, afetando a afinação e comprometendo a qualidade do som. Realizar manutenção regular é importante para prevenir esses problemas.

Para resolver problemas no braço, é necessário observar sempre as posições correta

Thiago Silva
Siga-me

Você também pode gostar:

Comente:

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Violão Brasil
Violao Brasil

Guias dos melhores

Categorias de Artigos

Veja Também

criança tocando violão com o pai em casa

Como escolher o violão certo para crianças

Introdução Ao escolher um violão para crianças, é fundamental considerar o tamanho do instrumento, a qualidade do som e a facilidade de tocar. Além disso,

Thiago silva

Olá! Eu sou Thiago Silva

Seja Bem-Vindo ao Blog Violão Brasil

Sou um apaixonado por violão e guitarra. Amo música e tudo envolvido. Já fiz cursos e toco violão desde os meus 15 anos.