Search
Close this search box.

Blog Violão Brasil

5 Dicas para Conservar as Cordas do seu Violão

limpando as cordas do violão
Guia de Conteúdo

Existem algumas dicas simples para manter as cordas do violão em boas condições. Aqui estão cinco sugestões para prolongar a vida útil das cordas do seu violão:

  1. Lave suas mãos antes de tocar;
  2. Limpe as cordas após cada uso;
  3. Mantenha o violão em um ambiente adequado;
  4. Troque as cordas regularmente;
  5. Tome cuidado ao afinar o violão.

Além dessas dicas, é pertinente lembrar que diferentes tipos de cordas requerem cuidados específicos.

melhores Violões para iniciantes de 2024

Cordas de aço inoxidável podem ser limpas com um pano seco, enquanto cordas revestidas exigem um pouco mais de atenção durante a limpeza.

Não apertar as cordas com muita força durante a afinação para evitar o desgaste excessivo.

Por fim, lembre-se de que a limpeza e o cuidado com as cordas devem ser práticas regulares.

Ao dedicar alguns minutos após cada utilização para essa tarefa simples, você garantirá a vida longa das cordas do seu instrumento e um som incrível por anos.

Se você acha que cordas desafinadas são música para seus ouvidos, provavelmente deveria marcar uma visita ao otorrino.

Mas se você quer ser um músico de verdade, a importância da conservação das cordas do violão é tão real quanto um acorde dissonante.

Importância da conservação das cordas do violão

Manter as cordas do violão é essencial para garantir a qualidade do som e a durabilidade do instrumento. Com o tempo, as cordas ficam desgastadas, enferrujadas ou desafinadas, alterando diretamente o tom produzido. Isso pode ter um impacto negativo em performances ao vivo, gravações de estúdio e outras apresentações musicais.

Cuidar das cordas também é uma forma eficaz de economizar dinheiro. Substituir apenas as cordas gastas, em vez de todo o instrumento, pode economizar tempo e recursos financeiros.

Dicas para manter as cordas do violão em boas condições:

  • Limpar as cordas antes e após cada uso com um pano macio para evitar o acúmulo de sujeira nas superfícies.
  • Manter o violão armazenado em um local fresco e seco, pois altos níveis de umidade podem acelerar a oxidação das cordas.

Mesmo com a manutenção adequada das cordas, será necessário trocá-las periodicamente para manter o timbre original do instrumento por muitos anos.

Segundo especialistas da D’Addario, marca líder no mercado de cordas, responsáveis pela identidade sonora dos violões, recomenda-se a troca desses itens aproximadamente entre 3 e 6 meses.

De acordo com pesquisas realizadas pela Martin Music Company, fabricante americana de produtos musicais desde 1833, quase metade dos profissionais da música trocam suas cordas pelo menos uma vez por mês para manter o som de seu instrumento.

A limpeza das cordas é tão crucial quanto a limpeza de sua consciência — se você negligenciá-las, ambas sofrerão uma sonora ruptura.

Dica #1  Limpeza regular das cordas

A limpeza periódica é uma medida fundamental para preservar as cordas do violão e evitar o acúmulo de sujeira e bactérias, prolongando sua vida útil.

Antes de tocar, é necessário manter as mãos limpas e remover o suor com um pano macio após cada sessão de prática.

Para garantir a qualidade sonora e durabilidade do instrumento, é essencial manter as cordas limpas. Para isso, pode-se utilizar produtos específicos ou uma solução caseira de água e sabão neutro. Evite o contato com a madeira do braço durante a limpeza.

O processo de oxidação natural das cordas pode ser acelerado pelo uso frequente, ambiente úmido ou falta de higiene. Então, recomenda-se trocar as cordas regularmente — cerca de uma vez por mês se o violão for usado com frequência — para manter o som claro e brilhante.

De acordo com a revista Guitar World¹, a sujeira e oleosidade nos dedos podem causar oxidação mais rápida nas cordas. Tenha cuidados simples para conservar o instrumento.

Assim como o condicionador é um segredo para manter os cabelos macios e brilhantes, cuidar periodicamente das cordas do violão é crucial para mantê-las em boas condições.

E, é claro, cantar Combs no chuveiro enquanto cuida das cordas pode ser uma ótima ideia.

Dica #2  Uso de condicionador de cordas

Uma boa opção para manter as cordas do violão em boas condições é o uso de um condicionador de cordas.

Ajuda a prolongar a vida útil das cordas e melhorar o som produzido pelo instrumento.

E esse tipo de produto é fácil de aplicar e não danifica o violão.

Esse produto é formulado especificamente para proteger as cordas da:

  • Sujeira
  • Corrosão
  • Oxidação

Que podem ocorrer pelo contato com os dedos ou com o ar, penetrando nas diferentes camadas das cordas e agindo tanto na superfície quanto no interior delas.

Ao utilizar esse produto regularmente, você pode aumentar a durabilidade do seu instrumento, evitando que outros produtos comuns prejudiquem os materiais do violão.

Escolha um condicionador de cordas com agentes lubrificantes naturais para evitar danos às casas de madeira e outros componentes do violão.

Uma estratégia interessante para limitar os gastos é realizar limpezas periódicas no violão antes de aplicar o condicionador, caso esteja muito sujo. Basta passar uma flanela seca com cuidado sobre as cordas.

Também é uma boa prática adquirir conjuntos extras de cordas para substituir as antigas quando precisarem ser trocadas, mantendo cada muda atuando por períodos mais curtos sem perder a sonoridade.

Lembre-se de que o condicionador atua para prolongar a vida das cordas, mas não é uma cura milagrosa!

Não deixe as cordas ficarem tão secas que pareçam ter sido expostas ao deserto.

Utilize um umidificador para manter as cordas suaves e prontas para serem tocadas como um verdadeiro rockstar.

Dica #3  Utilização de umidificador

Manter a umidade ideal das cordas é fundamental para garantir uma boa performance do seu violão. Para manter a qualidade sonora do instrumento, é essencial utilizar um umidificador.

Este dispositivo pode ser colocado dentro da caixa de som e, com seus componentes químicos, absorve o excesso ou falta de umidade, evitando danos às cordas.

  • Alguns modelos ainda emitem uma luz indicadora para informar quando é hora de trocá-los.
  • Lave as mãos antes de tocar o violão, pois os óleos naturais presentes na pele podem corroer ainda mais as cordas.
  • Manter os compartimentos dos acessórios limpos e arrumados também é recomendado para evitar que esses itens fiquem em contato direto com as cordas enquanto você guarda o violão.
  • Evitar deixar o instrumento exposto ao sol por longos períodos também pode ressecar as cordas.

Lembre-se: se você não guardar o seu violão como se fosse um tesouro, como espera que ele conserve suas cordas como se fossem joias?

Dica #4  Armazenamento adequado do violão

Para prolongar a vida útil das cordas do violão, é essencial armazená-lo em um local seco e com temperatura adequada.

  • Portanto, ao não utilizá-lo, deve guardá-lo corretamente. Escolha um local na casa que não tenha umidade excessiva e variações climáticas extremas. Além disso, evite expor o instrumento à luz solar direta ou altas temperaturas, que podem afetar sua qualidade sonora.
  • Para maior proteção contra elementos naturais e possíveis danos, é recomendado investir em um case para armazenar o violão quando não está em uso. Além de proteger contra poeira e outras partículas nocivas, os cases também ajudam a manter as cordas tensionadas adequadamente.

Por último, ao lidar com mudanças drásticas de clima ou temperatura ambiente, é importante ajustar a tensão das cordas adequadamente.

Antes de tocar, após um período sem utilizar o violão, é fundamental verificar se as cordas ainda estão afinadas.

E se precisar de novas cordas, nada melhor do que renovar o som e quem sabe, até a vida amorosa, com algo novo.

Dica #5  Substituição das cordas do violão

Para manter a qualidade do som do seu violão, é pertinente trocar as cordas com frequência e escolher as mais adequadas ao estilo musical e sonoridade desejada.

  • Verificar a tensão das novas cordas é essencial para uma boa afinação, assim como ajustar a altura das cordas para evitar trastejamento.
  • Com cuidados adequados, as cordas garantirão um timbre incrível ao tocar no seu violão.

Ao seguir as 5 dicas, você terá suas cordas de violão em condições ideais, ainda mais conservadas do que a sua vida social durante a quarentena.

Conclusão

Cuidar das cordas do violão é essencial para garantir a qualidade do som e prolongar a vida útil do instrumento. Recomendamos evitar tocar com as mãos sujas ou úmidas e usar um pano seco após o uso.

Os slides e bendings devem ser feitos com cuidado para não danificar as cordas e é importante manter a afinação adequada para evitar tensão excessiva.

Seguindo essas dicas simples, as cordas do violão durarão mais e você aproveitará melhor a qualidade sonora em suas apresentações ou estudos musicais.

O preço das cordas pode variar bastante, desde modelos mais baratos até opções profissionais de alta qualidade.

A forma como o violão é armazenado também afeta a durabilidade das cordas, por isso deve ser mantido em um local seguro e sem umidade prolongada.

De acordo com a revista Guitar World, existem diferentes tipos de cordas com características distintas que podem ser utilizados pelo músico para atender às suas necessidades sonoras específicas.

Experimente diferentes opções para descobrir a melhor combinação para sua preferência musical.

Perguntas frequentes

1. Como posso prolongar a vida útil das cordas do meu violão?
Para prolongar a vida útil das cordas do seu violão, é importante limpar as cordas após cada uso, armazenar o instrumento em um lugar seco e evitar o contato com água e suor excessivo.

2. Qual a frequência devo trocar as cordas do meu violão?
A frequência de troca das cordas do violão depende do uso e da frequência de toque. Geralmente, recomenda-se trocar as cordas a cada três meses ou sempre que elas começarem a perder o brilho, ou a sonoridade.

3. Posso usar qualquer marca de cordas para o meu violão?
Não. Compre cordas de qualidade que sejam compatíveis com o seu violão. Cada violão possui suas próprias especificidades, incluindo o tamanho e o material da corda.

4. Como evitar que as cordas do meu violão fiquem desafinadas?
Para evitar que as cordas do seu violão fiquem desafinadas, mantenha o instrumento adequadamente afiando e usando um afinador eletrônico. Além disso, é importante evitar expor o violão a mudanças bruscas de temperatura.

5. Quais são os principais sinais de que as cordas do meu violão precisam ser trocadas?
Os principais sinais de que as cordas do violão precisam ser trocadas incluem o aparecimento de ferrugem ou manchas escuras nas cordas, perda de brilho, sonoridade e dificuldade ao tocar acordes com precisão.

6. Como faço para limpar as cordas do meu violão?
Para limpar as cordas do seu violão, você pode utilizar um pano macio e seco para remover sujeiras e oleosidade. Você também pode utilizar produtos específicos para limpar cordas de instrumentos musicais.

Veja também:

Thiago Silva
Siga-me

Você também pode gostar:

Comente:

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Violão Brasil
Violao Brasil

Guias dos melhores

Categorias de Artigos

Veja Também

Ritmo e Melodia: O Papel do Ukulele no Jazz

Introdução O ukulele é um instrumento musical versátil que tem um papel importante no mundo do jazz, adicionando textura e cor ao som geral, reforçando

Thiago silva

Olá! Eu sou Thiago Silva

Seja Bem-Vindo ao Blog Violão Brasil

Sou um apaixonado por violão e guitarra. Amo música e tudo envolvido. Já fiz cursos e toco violão desde os meus 15 anos.